• oportunidades de negócios
    Permalink Gallery

    Inspire-se em músicos famosos e inove na forma de levar seu produto ao público

Inspire-se em músicos famosos e inove na forma de levar seu produto ao público

Alguns artistas estão buscando formas alternativas de levar sua música para os fãs, além do download de MP3 e do streaming (Spotify, Rdio). Se inspire com exemplos inovadores e eficientes de vender:

1. Wu-Tang Clan
A prática de lançar versões limitadas de discos, com músicas exclusivas e mais fotos, atingiu seu ápice em março, quando o Wu-Tang Clan anunciou que lançaria uma cópia só do seu novo disco, chamado Once Upon a Time in Shaolin. Antes de vender, o álbum vai rodar o mundo em museus e exposições de arte. Depois, a banda venderá a quem pagar mais. Um grupo de fãs já juntou US$ 5 milhões para comprá-lo.

2. Jack White
Para divulgar seu novo álbum Lazaretto, o guitarrista Jack White se trancou em abril em um estúdio da gravadora ThirdMan Records com dezenas de fãs para um show exclusivo. Enquanto os fãs curtiam um segundo show, a gravação de White era prensada em LPs, que poderiam ser comprados ao fim do dia. Ao diminuir o tempo médio de comercialização de um show de meses para horas, o evento levou White ao livro dos recordes.

3. Neil Young
Insatisfeito com a proliferação do MP3, Neil Young aventou a possibilidade de criar seu próprio player em 2012, quando recebeu US$ 500 mil de investidores. Com o protótipo do Pono (“justo”, em havaiano) em mãos, recorreu ao site de crowdfunding Kickstarter no começo do ano: em um mês, levantou US$ 6,2 milhões entre seus fãs. O Pono, um gadget triangular, deverá chegar ao mercado até o final do ano custando US$ 399.

4. Foo Fighters
Gravar um disco é um processo bastante íntimo que fica longe dos olhares dos fãs. A não ser que você seja David Grohl. O líder do Foo Fighters [...]

Lorrana Scarpioni, uma das jovens mais inovadoras do Brasil

Aos 23 anos, Lorrana está na lista dos dez jovens brasileiros mais inovadores, segundo a revista do MIT (Massachusetts Institute of Technology), a Technology Review. Nascida em Salvador, ela se formou nas faculdades de Direito e Relações Públicas e, em 2012, decidiu criar um negócio inspirado em dois documentários sobre economia alternativa. O resultado é a plataforma Bliive, que possui hoje mais de 15 mil usuários espalhados por 55 países.

Quem se cadastra no Bliive oferece uma atividade e em troca recebe um TimeMoney, que poderá ser trocado por qualquer outra atividade oferecida por outro usuário. Você pode, por exemplo, oferecer uma aula de inglês, piano, uma hora de faxina, ou mesmo doar seu tempo livre para um ONG cadastrada. Mas claro que há atividades muito diferentes em troca, também, como aulas de dança de Single Ladies, pular corda como Rocky Balboa, receber conselhos amorosos ou uma companhia para ver filmes em casa.

Leia a entrevista de Lorrana aqui e saiba quais foram as suas maiores dificuldades ao colocar a ideia em prática.

Você está pronto para abrir seu próprio negócio?

Antes de começar essa etapa, é importante se fazer algumas perguntas:
Por |01 de setembro de 2014|Dica|0 Comentários|

O melhor investimento para os jovens

É comum as pessoas dizerem que o jovem deve arriscar mais na hora de investir já que, se houver alguma perda, ele tem mais chances e tempo de recuperar um eventual prejuízo. Mas será que essa lógica está correta? Com as perdas mais reparáveis, há mais liberdade para se investir? Aqui fazemos algumas ressalvas para quem pensa em adotar essa postura:

Discurso de elevador – Como vender sua ideia em segundos

Em algum momento da vida você terá que vender sua ideia rapidamente, sem uma segunda chance. Pode ser no elevador ou no restaurante, na rua, no ponto de ônibus... não há como prever. Por isso é importante estar sempre preparado para alavancar uma oportunidade em segundos.

Conheça a história de superação de três empresários

Há muitos empresários bem sucedidos que são exemplos de superação. Conheça as histórias de sucesso:

Empreendedorismo Social

Entenda melhor o conceito e descubra exemplos de Empreendedorismo Social que deram certo:

“Caso ou compro uma bicicleta?”: Sobre nossas escolhas

A vida seria bem mais fácil se viesse com um manual de instrução, não é mesmo? Não teríamos dúvidas sobre o que fazer, não correríamos nenhum risco, não sofreríamos com as consequências das escolhas mal feitas e nem perderíamos noites de sono refletindo.

Com o empreendedorismo é a mesma coisa. Não há um negócio 100% seguro, independentemente de sua área e, se você quiser seguir esse caminho, deverá se acostumar a sair da zona de conforto e fazer escolhas. Quem está participando do Concurso e já começou a elaborar o Plano de Negócio, sabe muito bem. Escolher uma categoria, um público alvo, um produto, parecem decisões simples, mas podem ter um grande impacto no futuro (Quem sabe a ideia saia do papel, ou então você consiga aquela tão sonhada viagem ao Vale do Silício?).

Sabemos como é difícil tomar essas decisões, seja por medo de errar ou por darmos muita atenção à opinião dos outros. Para ajudar, conheça alguns vídeos do TED sobre o assunto e se inspire na hora das decisões: http://bit.ly/1oR4TJh

  • dicas plano de negócio
    Permalink Gallery

    Você está em qual etapa da elaboração do Plano de Negócio?

Você está em qual etapa da elaboração do Plano de Negócio?

Faltam apenas dois meses para o término do prazo de entrega do seu documento. Ainda tem dúvidas de como concluir? Nós ajudamos você!

Os Vales do Silício brasileiros

O Tecnomundo apresentou os cinco maiores polos tecnológicos brasileiros. Saiba onde eles estão e qual a área em que atuam: