Construa uma marca, mude o mundo e ganhe dinheiro. Essa é a proposta de “The Founder” (“O Fundador”, em português), game criado e desenvolvido pelo designer Francis Tseng a partir de um financiamento coletivo no site Kickstarter.

O jogo começa em 2001, quando a internet e as empresas de tecnologia do Vale do Silício estão surgindo, crescendo e investindo em expansão. As experiências continuam até o ano de 2016. Ou seja, você precisa tomar decisões cada vez mais desafiadoras para avançar no jogo e obter sucesso.

O game oferece uma mistura dos elementos de jogo de títulos como The Sims a críticas pesadas à indústria de tecnologia, ao Vale do Silício e sua cultura.

Ao longo do game e de acordo com o crescimento da empresa fictícia, você precisa atualizar os benefícios e o ambiente de trabalho. Isso acontece porque os funcionários começam a ficar insatisfeitos e a única coisa que pode fazê-los continuar trabalhando com salários abaixo do mercado são novos móveis, mesas de jogos e videogames. Ainda existe a possibilidade de substituir os funcionários por robôs com inteligência artificial. 

20170215_Post_SEBRAE_NC_2

Apesar de The Founder caçoar constantemente da mentalidade de expansão contínua do Vale do Silício e de outras cenas globais de startup, o game é bastante interessante para você que aposta suas fichas na inovação, no empreendedorismo e na próxima edição do Concurso do Sebrae.