Em tempos de “uberização”, quem aposta nesse modelo de negócio não fica na mão. O modelo “Uber”, onde as pessoas dividem os mais diversos bens de consumo, tem dado certo em vários setores em todo o mundo.

Apostar em uma ideia dessas não é simples e nem barato. A chinesa Mobike acaba de levantar um investimento de US$ 215 milhões em uma rodada de financiamento liderada pela Tencent Holdings e pela Warburg Pincus para apostar no compartilhamento de bicicletas.

A startup pretende atender à demanda de trabalhadores chineses que buscam uma alternativa ao congestionamento das rodovias e ao transporte público nas maiores cidades do país.

A companhia tem um diferencial diante das tradicionais formas de dividir bicicleta: primeiro, a bicicleta pode ser deixada em qualquer lugar das cidades. Além disso, ela tem uma grande disponibilidade de bicicletas, já que são mais de 100.000 apenas em Xangai.

Fundada recentemente, em 2015, a empresa oferece esse tipo de serviço na China, permitindo aos usuários encontrar, destravar e pagar pelo aluguel de bicicletas por meio de aplicativo no smarthphone.

Há alguns anos atrás você imaginava que uma ideia dessas viraria um negócio de sucesso? Pois é! A necessidade de inovações tecnológicas nos negócios é mais importante do que nunca para você aproveitar as novas oportunidades de mercado. Capriche em suas ideias e fique atendo às tendências.