Neste final de ano, especialistas listaram para EXAME.com alguns dos negócios inovadores brasileiros que mais se destacaram.

A primeira grande tendência que fez startups crescerem foi o interesse das grandes corporações nos pequenos negócios inovadores. Uma outra tendência de 2016 foi a descentralização, hoje há mais empresas inovadoras surgindo fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Belo Horizonte, Florianópolis e Recife ganham destaque a cada dia.

Mas quais foram as startups que souberam melhor aproveitar 2016? Confira, abaixo, os 3 negócios brasileiros inovadores que estão no topo da lista:

1- Contabilizei
A plataforma de contabilidade para micro e pequenas empresas é administrada de forma completamente online e com simplicidade, por meio da computação em nuvem. Fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo, a startup que é do Paraná, ajudou seus clientes a economizarem 25 milhões de reais neste ano, apenas pela maior eficiência contábil.

A Contabilizei já havia atraído grandes investidores no passado – como o fundo KaszeK Ventures. Este ano, recebeu um novo aporte, liderado pelo e.Bricks Ventures. Outros participantes do investimento foram novamente a KaszeK e o fundo internacional Endeavor Catalyst.

2- Dr. Cuco
O aplicativo funciona como uma “enfermeira digital”. Através da ferramenta, é possível receber lembretes de medicamentos para doenças como colesterol alto, diabetes e hipertensão, por exemplo. Além de poder criar manualmente seus alarmes, o app permite receber automaticamente a prescrição feita por seu médico, desde que ele participando do app.

A startup foi vencedora do Concurso de Planos de Negócios para Universitários do SEBRAE/SC, na categoria Negócios Digitais. Recentemente recebeu um investimento-anjo e hoje está no Cubo, espaço para startups do banco Itaú Unibanco.

3- Me Passa Aí
A startup se autodescreve como uma espécie de “Netflix dos estudos universitários”. Os estudantes assinam o serviço e acessam videoaulas produzidas por alunos que se destacam, com posterior certificação por professores. O negócio começou em 2014 e hoje tem 25 mil usuários cadastrados.

Neste ano, o negócio passou por um processo de investimento que pode se popularizar nos próximos anos: o equity crowdfunding. Por meio dele, pessoas físicas podem dar dinheiro a uma startup em troca de participação do negócio. No caso da Me Passa Aí, 250 mil reais foram arrecadados em troca de 12,5% de participação societária, diluída em 54 investimentos.

Continue conhecendo mais startups brasileiras que fizeram a diferença em 2016 aqui e inspire-se! 2017 chegou e reserva muitas oportunidades para você, empreendedor ou empreendedora, principalmente, uma nova chance de participar do Concurso do Sebrae.