Iniciativas de empreendedorismo social estão por toda parte. Empreender por uma boa causa pode mudar a realidade de muitas pessoas e até mesmo transformar os últimos tempos de uma sociedade. Diante disso, você já pensou quais são as perguntas críticas que você deveria se fazer para ter uma empresa social e lucrativa? Aqui está o que você precisa descobrir antes de começar a mudar o mundo.

1- Qual é o problema que você está tentando resolver?
Empresas sociais nascem para resolver um desafio social usando o poder do mercado. Por isso, é imprescindível considerar sua missão ao desenvolver um bom plano de negócios, o planejamento para levantar capital, e é claro, a implementação de sua estratégia.

2- Qual é o seu modelo de negócio?
Startup ou pequena empresa? Tanto faz no caso de empreendedorismo social. A ideia é escolher parceiros e investidores com cuidado e que estejam em sintonia com a missão social.

3- Como você vai medir o seu impacto?
Há uma série de recursos que podem ajudar uma empresa social para planejar para medir seu impacto e para acompanhar como ele está se desenvolvendo. Por exemplo, a B Lab, fornece uma ferramenta gratuita que permite às empresas medir o seu desempenho social e ambiental. De qualquer forma, medir o impacto vai além das projeções financeiras, o modelo de negócio precisa contribuir para resolver o problema social.

4- Qual é o seu plano para o capital e crescimento?
Como em qualquer negócio, empresas sociais precisam desenvolver um plano para garantir que há capital suficiente para financiar as operações. Se o seu modelo de negócio garante que de acordo com o crescimento da empresa, o mesmo acontece com o impacto, você pode considerar um bom caminho para maximizar o crescimento da empresa.

5- Como é que vai contar a sua história?
Elabore sua história de uma forma que agrade tanto aos investidores e consumidores. Pense nos dois públicos e capriche nos detalhes.

Boa sorte em sua ideia empreendedora social! Conte com o Sebrae/SC para isso ;)