Gilberto Poleto entrou no ramo alimentício aos 28 anos, como administrador de finanças na CICA, conhecida pela produção de molhos de tomate. Com o passar dos anos, ele trabalhou em outras marcas de alimentos e, junto com a irmã abriu a Bralyx, empresa de representação que importava máquinas para a produção de massa fresca e pizza.

Quando perdeu o emprego em razão de uma crise no setor, em 1993, Poleto resolveu investir de vez na Bralyx. Caso você também enxergue a demissão como oportunidade, leia este post. 

A coxinha veio depois 
Foi difícil empreender no primeiro momento, pois não havia um grande público consumidor de massa fresca. Embora, muitas pessoas falavam da necessidade de uma máquina para fabricar salgados. Poleto e a irmã importaram da Itália uma máquina que fazia algo parecido e adaptaram para a produção de coxinhas.

O sonho de muitos empreendedores
Hoje em dia, a Bralyx fatura cerca de R$ 50 milhões por ano e se tornou uma empresa especializada na fabricação de máquinas produtoras de coxinhas, salgados e confeitaria.