A questão foi levantada pelo portal da revista PQGN para lembrar aos empreendedores que, sem disciplina as retiradas podem comprometer as finanças do negócio.

Para Paulo Guilherme Lopes Wyss, professor da Business School São Paulo e João Carlos Natal, consultor do Sebrae/SP, a maneira mais correta de realizar retiradas na empresa é ter um valor de “salário”.

Como definir um salário?

Na prática, o empreendedor deverá responder quanto ele pagaria a um funcionário que executasse as mesmas tarefas dele. “Se ele é diretor comercial, por exemplo, tem que consultar pesquisas de salários e ver quanto ganharia um profissional na mesma área em empresas de porte semelhante. O mais correto é atribuir a si próprio o mesmo valor”, recomendou Wyss.

E o aumento?

É preciso elevar as vendas para conseguir aumentar também o valor da retirada sem quebrar a estrutura financeira da empresa. O melhor caminho é ter regras bem definidas para que os lucros sejam divididos, como periodicidade, valor de cada sócio e reserva de caixa.