Seu plano de negócio propõe uma ideia gastronômica? De acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação, o crescimento do setor de food service, em que a alimentação ocorre fora de casa, sobe com uma taxa de 14,7% ao ano no país.

O mercado de comidas e bebidas oferece infinitas possibilidades de negócios. Mas será que você está preparado para encará-lo? Confira algumas dicas dos empreendedores Felipe Fiovarante, da iFood, Felipe Baeta, da Ofélia, Leonardo Fagherazzi, da Pause Bebidas, e o produtor rural José Eduardo Mendes Camargo:

Você precisa executar

Trabalhe com micro metas semanais e mensais e não deixe a empolgação com uma ideia atrapalhar a execução. “No ramo de alimentos, uma grande ideia é apenas 5% do negócio. Os outros 95% estão em como ela será executada”, diz Fagherazzi. Você também pode pesquisar tendências e entender o comportamento de consumo para inovar na área da alimentação.

Compartilhe seu propósito

Utilize o propósito da sua empresa para atrair o perfil certo de pessoas. Inclusive, funcionários jovens com poder de execução e senso de compromisso tendem a trabalhar em startups ao invés de empresas tradicionais. “As primeiras pessoas para quem você deve vender sua empresa são os seus funcionários. Faça com que eles se motivem pela causa”, diz Fiovarante.

 Seu parceiro é sua fortaleza

Quando se está começando, buscar parceiros de desenvolvimento de fórmula, de mercado e de distribuição é fundamental. “Se você quiser ir rápido, vá sozinho. Mas se quiser chegar longe, vá em grupo”, diz Camargo.

Bom apetite!

Fonte