Aos 23 anos, Lorrana está na lista dos dez jovens brasileiros mais inovadores, segundo a revista do MIT (Massachusetts Institute of Technology), a Technology Review. Nascida em Salvador, ela se formou nas faculdades de Direito e Relações Públicas e, em 2012, decidiu criar um negócio inspirado em dois documentários sobre economia alternativa. O resultado é a plataforma Bliive, que possui hoje mais de 15 mil usuários espalhados por 55 países.

Quem se cadastra no Bliive oferece uma atividade e em troca recebe um TimeMoney, que poderá ser trocado por qualquer outra atividade oferecida por outro usuário. Você pode, por exemplo, oferecer uma aula de inglês, piano, uma hora de faxina, ou mesmo doar seu tempo livre para um ONG cadastrada. Mas claro que há atividades muito diferentes em troca, também, como aulas de dança de Single Ladies, pular corda como Rocky Balboa, receber conselhos amorosos ou uma companhia para ver filmes em casa.

Leia a entrevista de Lorrana aqui e saiba quais foram as suas maiores dificuldades ao colocar a ideia em prática.